pessoal

Diaries #2 – Home Diaries

Estes últimos dias têm sido passados por casa, como recomendado. Estar mais tempo resguardada significa dedicar-me novamente com mais ânimo ao meu espaço, desta vez com as decorações para a época mais mágica do ano, aos meus estudos, aos diversos livros que ainda estão por ler e aos vários filmes que ainda estão por ver – quem mais desse lado mal pode esperar pelas comédias românticas de Natal? Love Actually? The Holiday? Can’t wait! Estes dias têm sido pautados por uma sensação visual meio aesthetic, de que estou a gostar bastante, que é nova para mim, como se os meus olhos começassem a observar o que me rodeia numa outra perspetiva mais “artística”. Para partilhar esta mais recente vibe convosco, pensei em escrever-vos um pouco sobre como têm sido estes dias por casa, com o auxílio de algumas imagens que captaram a minha atenção nos últimos tempos.

Read more “Diaries #2 – Home Diaries”
pessoal

Para Novembro ’20

Olá, novembro! Nem dei por chegares. Bem sei que desaprovei a demora de setembro, mas peço-te que não sigas os passos rápidos de outubro. Podes demorar o tempo que quiseres. És o último mês de outono – depois de partires, tenho de esperar todo um novo ano pelos tons de castanho nas folhas das árvores e pelos sabores dos alimentos da tua estação. Por isso, não tenhas pressa alguma. Gosto de olhar para ti como o mês que une duas das minhas fases do ano preferidas – a época outonal e a época natalícia. Nos últimos anos, guardo boas memórias de ti: há três anos começava a minha carreira, há dois anos conhecia as temperaturas baixas da Europa e há um ano descobria as ruas da cidade de que mais gosto, Nova Iorque. Este ano parece-me que não será possível ultrapassar a grandeza destes momentos, mas podemos dar o nosso melhor com o que temos em mãos. Queres saber o que espero dos teus trinta dias?

Read more “Para Novembro ’20”
pessoal

Sobre Outubro ’20

Lembram-se de dizer que o mês de setembro demorou a passar? Bom, outubro entendeu as minhas palavras como um desafio, com certeza, porque passou num instante. Com alguns dias que recordarei com imenso carinho, como o fim-de-semana prolongado em família no início do mês ou a date night de bowling com o Bryan, com outros dias menos bons, este mês revelou ser precisamente o que esperei que fosse. Outubro pareceu-me um mês de transição, acima de qualquer outra coisa – e eu gosto muito de transições. De estação para estação, de fase para fase, as transições geralmente transmitem-me a sensação de que algo melhor estará por vir (porque está, sempre).

Read more “Sobre Outubro ’20”
pessoal

Fall ’20 – Bucket List

Comecei esta semana sem grande inspiração para escrever. Estou a redecorar o meu quarto, ao mesmo tempo que mudo as roupas de verão pelas de outono – e confesso que quando tenho o meu espaço desarrumado, ainda que temporariamente, acabo por perder a energia para me dedicar aos meus afazeres, só de ver a confusão ao meu redor. Em breve conseguirei reestabelecer a organização e, espero, essa energia regressará em força. Estas mudanças no quarto – ou na casa, ou na vida – são uma boa analogia para a desconstrução que as novas fases requerem, não acham? Por vezes, precisamos de passar por uma tempestade de candeeiros no chão e de molduras encostadas à parede para nos prepararmos ou, de certa forma, nos reinventarmos para o que vem a seguir. Pensei em escrever sobre um dos livros que li nos últimos meses – não partilho livros por aqui há algum tempo! -, mas vou deixar essa ideia para as próximas semanas. Estava a guardar a minha bucket list de outono como um backup plan para um dia sem inspiração – e eis que esse dia chegou.

Read more “Fall ’20 – Bucket List”
pessoal

Sobre Desabafar

Esta semana que passou revelou-se um bocadinho complicada para mim. Não que tenha acontecido algo de menos bom em particular – felizmente, está tudo bem -, mas não consegui nem acordar às horas de que gosto, nem adormecer com facilidade, nem comer muito bem, nem fazer muito exercício. Como vos disse no post sobre as minhas expectativas para outubro, sinto-me muito melhor quando consigo, de facto, cumprir com esta base – sono, alimentação, exercício – e quando não a mantenho por mais do que dois ou três dias parece que a minha energia se evapora. Se acrescentar algumas hormonas a estes dias mais propícios ao desânimo, deparo-me com o cenário ideal para uma semana mesmo chata. Há dias assim… Há que aceitar. No entanto, nem tudo se perde. Estes dias mais preguiçosos acabam por me dar tempo e disponibilidade para pensar sobre vários temas, especialmente aqueles que mais me preocupam e inquietam na fase em que me encontro. Ultimamente, sempre que tenho alguns dias assim, penso muito no blog. Desta vez, sinto que preciso de escrever umas quantas coisas, por isso, venho desabafar um bocadinho sobre estas últimas semanas. Têm um tempinho?

Read more “Sobre Desabafar”
pessoal

Tenderness Sessions #3

Existem memórias que, para mim, significam estar em família. Os momentos que, um dia mais tarde, se tornam nessas memórias continuam bem presentes, felizmente – e eu lá vou acrescentando-os ao baú de recordações que sei que estimarei para sempre. Dei por mim a pensar no quanto alguns desses momentos se conseguem transformar em sentimentos que reconhecemos ao primeiro olhar – como aquela magia da noite de Natal que permanece no ar até ao dia seguinte, sabem? Neste fim-de-semana prolongado, escrevo-vos sobre estar em família… e em paz.

Read more “Tenderness Sessions #3”